Órgão emissor do RG

Entenda o que é órgão emissor do RG e saiba como identificar a informação no seu documento

O Registro Geral (RG) é o documento que todo brasileiro deve levar consigo sempre que sai de casa.

Isso porque ele é o documento de identificação oficial com foto mais básico e é somente a partir dele que a população pode emitir os demais.

Sua solicitação sempre é feita nos postos de identificação de cada Estado, com o prazo entre quinze dias e um mês para a sua preparação por parte do órgão emissor.

Em todo o país, a população pode pede a sua primeira via gratuitamente e o documento também fica de graça (na segunda via) para idosos a partir de 60 anos, erro de digitação e em caso de catástrofe natural.

Para obter o documento de identificação com foto pela primeira vez, é necessário somente a certidão de nascimento e, para os menores de idade, também é preciso a presença de um responsável legal com a sua documentação.

Quando se trata de segunda via, o cidadão precisa de um boletim de ocorrência ou do documento danificado/velho, sua certidão de nascimento ou casamento e, se quiser, pode adicionar o seu CPF.

Apesar de o RG ser um documento que está diariamente com os brasileiros, vários deles não sabem como funciona a sua emissão.

Por isso, conheça agora tudo sobre o órgão emissor do RG.

Órgão emissor do RG

Órgão expedidor do RG

O órgão expedidor ou órgão emissor RG é o órgão público responsável por preparar o documento: mesmo que os cidadãos peçam a sua carteira de identidade no instituto de identificação, ele somente recebe o pedido de identidade, mas não o expede.

Não apenas o RG tem um órgão expedidor, mas todos os demais documentos.

No caso da carteira de trabalho, por exemplo, o órgão responsável é o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Assim, caso exista qualquer informação errada nessa CTPS, é o MTE quem tem de responder por isso.

Já se essa carteira de trabalho se perde e é preciso acessar algum registro profissional, também é o MTE o órgão com o banco de dados apropriado.

Tudo isso pode ser aplicado ao órgão expedidor do RG: é ele quem tem todas as informações dos brasileiros que constam no documento, como a filiação.

Onde fica o órgão emissor no RG

O órgão emissor RG pode ser consultado por qualquer pessoa no verso do seu documento.

Na parte superior, acima dos espaços onde ficam as impressões digitais, estará o nome do órgão expedidor e, acima dele, o Estado no qual o documento está sendo feito.

Qual é o órgão emissor do RG?

O órgão emissor de RG na maior parte do Brasil é a Secretaria de Segurança Pública.

Portanto, é ela que possui o banco de dados com informações relacionas ao documento de identidade dos brasileiros, incluindo as suas digitais, a sua data de nascimento, nome completo e filiação.

A seguir, você encontrará o acesso a todas as Secretarias de Estado de Segurança Pública do Brasil:

Vale dizer que o cidadão que precisa de RG tem de entrar em contato com o instituto de identificação e não com o órgão emissor.

Em São Paulo, por exemplo, o agendamento deve ocorrer no Poupatempo e não com a SSP.

O que significa a sigla SSP no RG?

Órgão emissor do RG

A sigla SSP significa Secretaria de Segurança Pública, que é o órgão emissor da maior parte dos RG no Brasil.

O documento sempre é feito pela Secretaria de Segurança Pública, que pode ter a sua sigla alterada em alguns Estados porque o mesmo órgão também atende às demandas de Cidadania, por exemplo.

Em muitos Estados, a SSP e suas siglas correlatas já estão fazendo a emissão do novo RG, no qual os cidadãos poderão escolher incluir até 12 documentos.

O objetivo é que, com essa nova documentação, que continuará com o mesmo órgão emissor e custando a mesma coisa, o cidadão brasileiro tenha mais praticidade para consultar e fornecer o número dos seus documentos mais usados cotidianamente.

Deixe um comentário